O Linux agora representa participação de 3,37% no mercado de sistemas operacionais

Os dados para o mês de agosto de 2017 da empresa Net Aplications em sue site NetMarketShare, apontam que o Linux finalmente superou a marca de 3% por cento, possivelmente pela primeira vez nos últimos anos. De acordo com a Net Applications, a quota de mercado de desktop do Linux saltou de 2,53% em julho para 3,37% em agosto. Não há explicação para o que explicou esse crescimento.

As estatísticas do MarketShare incluem dados em Windows, MacOS, Linux, FreeBSD e OpenBSD. Segundo o site MarketShare o Linux já multiplicou sua participação depois de dezembro de 2015 e viu um aumento radical nos últimos dois meses. Desde 2015, o Windows está com 90% do mercado, enquanto o Mac Os caiu de de 8% em outubro de 2015 para 5,94% em agosto de 2017.

A empresa Net Applications é conhecida por ser um provedor de estatísticas de compartilhamento de uso para navegadores e sistemas operacionais. Ela fornece esses serviços através do compartilhamento de mercado do produto. As estatísticas estão disponíveis gratuitamente mensalmente, mas também estão disponíveis para as estatísticas horárias como um serviço pago. 

As estatísticas livremente disponíveis remontam a novembro de 2007, embora seus dados se remontem a pelo menos o quarto trimestre de 2004. Em agosto de 2009, a Net Applications começou a ponderar seus dados brutos com base no número de usuários de internet nos países em questão, usando dados da CIA; as alterações foram aplicadas retroativamente a dados mais antigos. A Net Applications mede o uso do navegador rastreando as máquinas que visitam os 40 mil sites que monitora para clientes, o que resulta em um pool de cerca de 160 milhões de visitantes únicos por mês.







E ai o que você acha que é preciso para o Linux continuar a crescer?